TextosMais Populares

AS DORES DOS SENSITIVOS

AS DORES DOS SENSITIVOS

Você tem algum desses sinais?

1- Os sensitivos sabem das coisas sem que lhes diga: sabe quando alguém está sendo falso, sabem quando alguém está mentindo. O sensitivo têm intuições fortes, sabe dizer se você deve ou não fazer uma coisa, por mais que não saiba explicar bem o porquê. “Alguma coisa me diz que você não deve fazer isso”, é uma frase típica de um sensitivo que não tem muito domínio de suas intuições.


2- Os sensitivos não costumam se sentir bem em multidões. São muitas pessoas juntas e ela absorve a energia de todas elas, o que pode gerar uma confusão interna. Isso sobrecarrega um sensitivo com um turbilhão de emoções.

3- Esse é um fardo carregado pelos sensitivos, eles absorvem as energias alheias. Quando as energias são positivas, ótimo, mas o que é complicado é que os sensitivos são pessoas que têm muita compaixão pela dor do outro, e acaba tomando-a para si.

4- Os sensitivos conseguem sentir quando as pessoas que eles amam estão tristes, estão magoados, se machucam e mesmo quando estão doentes, eles acabam sentindo os mesmo sintomas deles.
5- Muitos sensitivos acabam procurando válvulas de escape para descarregar tanta energia dos outros acumulada, tantas emoções absorvidas. Então é comum que eles se ancorem em vícios, em menores ou maiores proporções. É preciso tomar cuidado para que esse mecanismo de proteção não se torne um problema.

Esses sinais ou dores poucas pessoas contam, devido ao estigma que existe sobre as pessoas com a sensitividade mais aflorada. Para não passar pela vergonha ou pecha de “doido”, os sensitivos guardam suas dores. E isso não faz bem a ninguém.

A educação mediúnica é para toda a existência, pois à medida que o medianeiro se torna mais hábil e aprimorado, melhores requisitos ele tem à sua disposição para a realização do ministério abraçado.

👉Inicie agora seu Despertar Psíquico e Mediúnico

👉Acesse o site clicando aqui para mais informações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *